O que é Nutrição Esportiva no Brasil

Nutrição esportiva é a combinação de seis nutrientes

Nutrição esportiva no Brasil é a prática da nutrição e da dieta que se refere ao desempenho atlético. Ela visa balancear o tipo e a quantidade de líquidos e alimentos feita pelo atleta, e lida com nutrientes, como vitaminas, minerais, suplementos e substâncias orgânicas, como carboidratos, proteínas e gorduras. Apesar de ser uma parte importante de muitos regimes de treinamento esportivo, ela é mais comumente utilizada por atletas de esportes de força com o levantamento de peso e musculação e esportes de resistência como por exemplo, ciclismo, corrida, natação.

Desde o início dos Jogos Olímpicos pelos antigos gregos e romanos, os atletas tinham seu próprio regime especial para garantir uma melhor perfomance. Por exemplo, Milo de Croton , o lutador com força lendária que ganhou cinco Jogos Olímpicos consecutivos 532-516 aC , comia ” 9 kg de carne, 9 kg de pão e 8,5 litros de vinho por dia “. O álcool era comumente consumido como auxílio ergogênico para aumentar o desempenho nos Jogos Olímpicos até o início de 1900.

O ponto de vista da nutrição esportiva hoje evoluiu muito a partir da dieta seguida pelos povos antigos. Os cientistas estão continuamente fazendo pesquisas que demonstram que a harmonia entre exercício e dieta adequada é o que produz um estilo de vida saudável, que pode prevenir doenças crônicas como diabetes, hipertensão, doença cardíaca coronariana, osteoporose, obesidade , saúde mental, câncer de cólon, acidente vascular cerebral e lesões musculares.

Sem a alimentação adequada, o potencial do atleta não pode ser alcançado, pois o desempenho não estará no seu pico máximo, e a recuperação da lesão será mais lenta, e o atleta pode se tornar suscetível a lesões e infecções .

Desta forma a nutrição esportiva pode auxiliar um programa de exercícios com finalidade específica, seja para melhoria da saúde (por exemplo: emagrecimento), aumento de força ou hipertrofia muscular.

A alimentação correta é uma combinação da quantidade ingerida de seis nutrientes: carboidratos (CHO), proteínas (compostas por aminoácidos), lipídios (gorduras), água, sais minerais e vitaminas. Os carboidratos e as vitaminas são os responsáveis pela produção imediata de energia e uma série de reações químicas.

O atleta deve procurar manter um equilíbrio em cinco áreas: balanço calórico, de nutrientes, hídrico, mineral e vitamínico.

Os nutrientes devem estar em equilíbrio. Os carboidratos, o principal substrato energético do nosso organismo, devem contribuir com 60% – 70% das calorias totais. Apesar das necessidades proteicas estarem aumentadas durante a atividade física, essa necessidade é facilmente suprida através de uma alimentação equilibrada. Os lipídios devem completar o valor calórico diário, sem ultrapassar os 30% recomendados, garantindo a prevenção de doenças cardiovasculares.
A hidratação é muito importante e assegura o equilíbrio hidroeletrolítico, podendo garantir ainda o desempenho e reduzir os riscos associados à desidratação.

Nutrição Esportiva no Brasil 1

Nutrição Esportiva no Brasil 2

Nutrição Esportiva no Brasil 3

Nutrição Esportiva no Brasil 4



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *