Formigamento nos Pés e Pernas : Como Tratar, Diabetes

Formigamento nos pés e pernas é o primeiro sintoma da diabetes

Numerosas condições podem causar formigamento nos pés e pernas. Formigamento mãos, pés, ou ambos é um sintoma extremamente comum e incômodo. Tal formigamento pode às vezes ser benigno e temporário. Por exemplo, pode resultar da pressão sobre os nervos quando o braço está torto sob a cabeça enquanto você adormece. Ou pode ser de pressão sobre os nervos quando você cruzar as pernas por muito tempo. Em ambos os casos, o efeito “agulhas” – que geralmente é indolor – logo é aliviado pela remoção da pressão que o causou.

Em muitos casos, no entanto, ele pode indicar problemas neurológicos ou vasculares. Em alguns casos, o formigamento pode ser acompanhado de dor, queimação ou dormência. Em tais casos, formigamento pode ser um sinal de dano nervoso, que pode resultar de causas tão variadas como lesões traumáticas ou lesões por estresse repetitivo, infecções bacterianas ou virais, exposições tóxicas e doenças sistêmicas, como diabetes.

Essa lesão nervosa é conhecida como neuropatia periférica porque afeta os nervos distantes do cérebro e da medula espinhal, muitas vezes nas mãos e nos pés. Existem mais de 100 tipos diferentes de neuropatia periférica. Ao longo do tempo, neuropatia periférica pode piorar, resultando em diminuição da mobilidade e até mesmo deficiência.

É importante procurar avaliação médica imediata para qualquer formigamento persistente em suas mãos, pés ou pernas.

A diabetes é uma das causas mais comuns de neuropatia periférica, representando cerca de 30% dos casos. Na neuropatia diabética, formigamento e outros sintomas geralmente se desenvolvem em ambos os pés e nas pernas, seguido por formigamento e outros sintomas que afetam as duas mãos e braços. Cerca de dois terços das pessoas com diabetes têm formas ligeiras a graves de danos nos nervos. Em muitos casos, esses sintomas são os primeiros sinais de diabetes.

Outras causas do formigamento dos pés e pernas incluem: síndromes de aprisionamento de nervos, doenças sistêmicas, deficiências de vitaminas E, B1, B6, B12 e niacina, alcoolismo, toxinas, infecções, doenças autoimunes, distúrbios hereditários.

Tratamentos para formigamento de pés e pernas

Tratamento bem sucedido depende de um diagnóstico preciso e o tratamento das causas subjacentes do formigamento. Enquanto as células nervosas periféricas não estiverem mortas, elas têm a capacidade de regenerar.

Embora não haja tratamentos disponíveis para tipos hereditários de neuropatia periférica, muitos dos tipos adquiridos podem ser melhorados com o tratamento. Por exemplo, um bom controle de açúcar no sangue no diabetes pode retardar a progressão da neuropatia diabética; suplemento de vitaminas pode corrigir neuropatia periférica em pessoas com deficiências vitamínicas.

Outras recomendações são um estilo de vida saudável incluindo manter o peso ideal, evitar a exposição a toxinas, fazer exercícios diariamente, ter uma dieta equilibrada e evitar o excesso de consumo de álcool.

Em alguns casos, formigamento e outros sintomas do formigamento dos pés e pernas pode ser minimizado com medicamentos prescritos por um médico.


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *