Dica de Dieta Pós-Parto

Dieta Pós-Parto 1

Dieta Pós-Parto para entrar em forma

Provavelmente, você não vai se sentir confortável usando apenas calcinha e soutien depois de dar a luz a um bebê. Não há nenhuma maneira mágica de acabar com os quilos extras que se ganha durante a gravidez, mas seguindo a Dica de Dieta Pós-Parto como hábitos alimentares e exercício físico regular, você pode voltar a ter o mesmo corpo que tinha antes de engravidar. Ao contrário das dietas normais, o corpo de uma nova mãe precisa de certos nutrientes para se manter e manter seu filho saudável. Aqui estão alguns alimentos que você precisa cortar, outros que devem ser incluidos para aumentar sua energia, e ficar saudável.

– Alimentos de alta proteína são capazes de manter a pessoa satisfeita por mais tempo do que os carboidratos. E muitas fontes de proteína de peixe, carne, ovos são também ricos em ferro e vitamina B12, ambos os quais têm mostrado aumentar os níveis de energia. Só tome cuidado para escolher cortes magros de carne e observar o seu consumo de gordura, já que a gordura saturada em excesso não vai ajudar a sua dieta ou sua saúde cardiovascular.

– Trauma e estresse para o corpo ou seja, dar à luz-pode levar o sistema imunológico a reagir com inflamação interna. Ajude o seu corpo a combater esta inflamação consumindo alimentos que são considerados anti-inflamatórios. Exemplos incluem, desde o chá verde,  frutas, especiarias como açafrão e alho. Diminua o ocnsumo de açuca, ele pode aumentar a inflamação e o nível de açucar no sangue.

– Se você está amamentando, a maioria dos especialistas sugerem a adição de 500 calorias por dia rica em nutrientes. Beba muita água, coma alimentos ricos em fibras, e evite beber bebidas alcoolicas. O que você come vai diretamente para o seu leite, por isso, se você observar que seu filho tem gases, diarréia, ou erupção cutânea, ela pode ser o resultado de uma reação alérgica a um determinado alimento.

Se você tem baixa produção de leite, algumas mães e profissionais de saúde acreditam que ervas como sementes de feno-grego, camomila, erva-doce pode ajudar com a produção de leite. Muitas dessas ervas não foram cientificamente avaliadas, de forma que é importante consultar um médico antes de usar qualquer tipo de medicamento mesmo que caseiro.

– Essas vitaminas são importantes na dieta de uma mãe:

Vitamina A- você perde muitas vitaminas durante a amamentação. Incluir 1300 microgramas de vtamina A por dia é ideal. Você encontra esta vitamina no: espinafre, cenoura, batata doce e couve.
Vitamina C- incluir cerca de 120 miligramas diários; boas fontes incluem pimentas vermelhas, laranjas e brócolis.
Vitamina D- mantém ossos fortes e são produzidas pelo organismo quando ficamos expostos ao a luz do sol, mas muitas mães passam a maior parte do tempo dentro de casa. Por isso o deal é ingerir leite fortificado, ovos e cogumelos.
Vitamina E- ele ajuda você a manter a circulação saudável. Acrescente 19 miligramas por dia, que é encontrado em nozes, sementes e ovos.

– Para ossos e dentes fortes, certifique-se de comer em abundância produtos de baixo teor de gordura e alimentos ricos em cálcio, como figos, feijão e ervilhas, ou folhas verdes. Um estudo recente descobriu que suplementos de cálcio não ajudam a prevenir a perda óssea. É recomendado a ingestão de 1.000 mg de cálcio por dia.

– Ácidos graxos Omega-3 são encontrados em suplementos de óleo de peixe e peixes. Eles impulsionam o desenvolvimento sensorial, cognitivo e motor da criança. O leite materno é rico em DHA, um tipo de ácido graxo ômega-3, que contribui para o crescimento do cérebro. As recomendações são de 0,3-0,5 gramas de DHA por dia, e boas fontes incluem: salmão, atum e nozes. Além disso, o consumo de DHA pode diminuir a incidência de depressão pós-parto.

Dieta Pós-Parto 2

Dieta Pós-Parto 3

Dieta Pós-Parto 4

Dieta Pós-Parto 5

Dieta Pós-Parto 6

Dieta Pós-Parto 7



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *