Adoçante com Aspartame é bom ?

Adoçante com Aspartame é bom 1

Adoçante com Aspartame esta ligado a doenças graves

O adoçante com aspartame não é bom para a saúde. Ele é um adoçante não calórico artificial composto por metanol, fenilalanina e ácido aspártico. Ele é usado em refrigerantes diet e milhares de outros produtos em todo o mundo. Desde que apareceu no mercado na década de 1980, os possíveis riscos para a saúde provenientes da substância aspartame tem sido um tema de muito debate. Pesquisas já associaram o uso do adoçante a diabetes, fibromialgia e algumas formas de câncer. Aqui estão alguns dos perigos do consumo excessivo de aspartame.

Câncer

Estudos descobriram uma ligação perigosa entre o consumo de aspartame e o desenvolvimento de tumores cerebrais. Quando o aspartame se decompõe, produz uma substância chamada DKP. Quando seu estômago digere a DKP, ele produz um produto químico que induz o crescimento de tumores cerebrais.
Diabetes

Consumo de aspartame é extremamente prejudicial para as pessoas com diabetes. Tornando-se mais difícil de controlar os níveis de açúcar e agravando as condições relacionadas com a diabetes, como retinopatia, catarata, neuropatia e gastroparesia. O adoçante também tem sido conhecido por causar convulsões, muitas vezes confundida com reações da insulina.

Distúrbios psicológicos

Transtornos emocionais e de humor têm sido associados ao aspartame. Estudos sugerem que as pessoas com determinados problemas emocionais são mais sensíveis ao aspartame. Altos níveis de aspartame provocam alterações nos níveis de serotonina, que podem levar a problemas de comportamento, depressão e outros distúrbios emocionais. Em alguns casos, os efeitos colaterais eram são perigosos que os médicos foram obrigados a colocar um fim aos estudos.

Dificulta a perda de peso

Aspartame pode ser encontrado em refrigerantes diet e em outros produtos dietéticos. No entanto, pesquisas indicam que o adoçante aumenta a fome e pode realmente dificultar a perda de peso. Fenilalanina e ácido aspártico podem causar picos nos níveis de insulina e forçar o seu corpoa remover a glicose da corrente sanguínea e armazená-lo como gordura. Aspartame também inibe a produção de serotonina e evita que o seu cérebro de sinais para o seu corpo que você está satisfeito. Isso pode levar à compulsão alimentar.

Defeitos Congênitos

O aspartame é uma excitotoxina ou uma substância que tem o potencial para danificar ou matar as células do sistema nervoso. A barreira hemato-encefálica é uma estrutura que impede a penetração de substâncias nocivas do cérebro. A barreira não se forma até o feto completar um ano de idade, por isso, antes da criança nascer, o seu sistema nervoso é vulnerável a qualquer excitotoxins que a mãe possa consumir. Demasiada exposição ao ácido fenilalanina ou aspártico pode causar danos cerebrais irreversíveis e outros defeitos congênitos graves.

Problemas de visão

Metanol, um dos componentes do aspartame, pode danificar a retina e os nervos ópticos. Consumo de aspartame tem sido ligado a dor nos olhos, visão turva e, em alguns casos, a cegueira.

Danos cerebrais e convulsões

Aspartame pode alterar a química do cérebro. O formaldeído, produto de metanol, pode causar doenças degenerativas, tais como doença de Parkinson, doença de Alzheimer e esclerose lateral amiotrófica. Consumo de aspartame também podem desencadear crises em pessoas epilépticos e outros indivíduos sem história de epilepsia.

Aspartame

Adoçante com Aspartame é bom 3

Adoçante com Aspartame é bom 4

Adoçante com Aspartame é bom 5



Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *